Cabeçalho

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Racismo tirou a vontade de Idris Elba em ser James Bond nos cinemas: "Não preciso disso"


Em uma entrevista para a Vanity Fair, Idris Elba comentou sobre a possibilidade se tornar o James Bondnos próximos filmes do 007.
 
No entanto, devido a alguns comentários, o ator comentou ter sofrido racismo por algumas pessoas pensarem que ele não poderia fazer o papel por ser negro.
 
"Eu realmente fiquei desapontado quando ouvi pessoas dizendo: 'Não é possível'. E no final das contas, é por causa da cor da minha pele. E então, se não desse certo o papel, ou se desse, tudo seria pela cor da minha pele? É uma posição difícil para eu me colocar quando eu não preciso disso", comentou o ator.
"É claro que, se alguém me dissesse: 'Você quer fazer o papel de James Bond?', Eu ficaria tipo, 'sim'! Isso é fascinante para mim. James Bond é um personagem adorado, altamente cobiçado e icônico. Mas não é algo que eu tenha expressado, tipo: "Sim, eu quero ser o James Bond negro", revelou.

"Bond é uma das franquias mais importantes do mundo, e, por essa razão, quem quer que seja que acabe trabalhando nela, fica popular por causa disso. Você é AQUELE personagem e conhecido como esse personagem por muitos e muitos anos. Eu estou criando personagens agora que podem ficar populares junto comigo. Não um que me domina e me define totalmente", disse ele.

Elba estará no próximo Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw que estreia em agosto.

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe ficar o seu comentário.

Tecnologia do Blogger.