Pular para o conteúdo principal

5 Séries africanas que deves assistir na Netflix


As políticas de diversidade da Netflix têm levado a um aumento exponencial do conteúdo negro na plataforma de streaming. A empresa de streaming mais poderosa do mundo está a expandir os seus serviços em África e a assinatura de contratos com personalidades como John Boyega ou Mo Abudu, para a realização de produções africanas exclusivas, é a prova disso.

Em 2015, a empresa de streaming norte-americana pagou 12 milhões de dólares pela distribuição global de Beasts of No Nation, estrelado por Idris Elba.

No mesmo ano, a Netflix comprou sucessos de bilheteria nigerianos como 1 de Outubro e Fifty, que marcaram o início da distribuição de conteúdo nigeriano na sua plataforma. O primeiro país africano a ter a sua própria série original da Netflix foi a África do Sul, em 2019, com o programa Shadow.

Com o objetivo de chegar a um mercado com mais de um bilhão de pessoas, a Netflix encomendou, por exemplo, produções locais na Zâmbia, África do Sul e Nigéria.

No início deste ano, a empresa firmou a sua presença na Nigéria ao criar uma conta oficial de Twitter no país, Netflix Naija.

Deixamos-te aqui uma sugestão com cinco séries africanas de sucesso disponíveis na Netflix.

Queen Sono

A história de Queen Sono está enredada numa procura pela verdade sobre a morte da mãe. A espiã sul-africana usa as suas habilidades marciais com a ajuda dos seus amigos para deambular entre o mundo dos negócios e da política, enquanto resolve o misterioso caso da morte da sua mãe. A série é estrelada por Pearl Assimi no papel principal e foi criado por Kagiso Lediga.

Castle and Castle

Por vezes, é difícil conciliar uma vida profissional e pessoal quando um casal dirige um negócio juntos. Richard Mofe-Damijo e Dakore Akande desempenham o papel de dois advogados nigerianos bem-sucedidos, perdidamente apaixonados, e que tentam dirigir o seu escritório de advocacia Castle & Castle enquanto fazem malabarismos com dramas familiares.

As coisas descontrolam-se profundamente quando o casal se vê nas extremidades do sistema judiciário, que arrasta o casamento para o desgaste. Foi criado por Mo Abudu e Heidi Uys.

Blood and Water

Esta série conta a história de Puleng, uma adolescente sul-africana, obcecada por uma jovem nadadora que pode ser a sua irmã mais velha desaparecida à nascença. A trama desenrola-se na busca da verdade por Puleng, que sonha em resolver o problema que fraturou a sua família.

Blood and Water foi escrito e dirigido por Travis Taute, Dyrne Joshua e Noshipo Dumisa e estrelado por Ama Qamata, Khosi Ngema e Gail Mabalane.

The Governor

O Governador, criado por Mo Abudu, segue a vida de uma mulher sem ambições de concorrer ao cargo de governadora. Exercendo o cargo de vice-governadora, ela deve assumir o comando e controlar as rédeas do seu estado quando o governador em exercício morrer.

Existem algumas pessoas em quem se pode confiar na política e isso vem com tensão política e pessoal. Mas com a ajuda do seu chefe de gabinete, Angela (Caroline Chikezie) se afirma no seu novo mundo enquanto tenta controlar e mandar em casa também.

Fifty – The series

É uma adaptação do filme Fifty, da EbonyLife TV, que acompanhou a vida de quatro mulheres, Omoni Oboli, Dakore Akande, Ireti Doyle e Keira Hewatch, que estão lidam com a crise da meia-idade ao completarem 50 anos.

Estas mulheres ambiciosas alternam o seu próprio crescimento, a sua família e seu status na sociedade, o que as deixa refletindo sobre as escolhas que fizeram na vida. Foi criado por Alby James, Debo Olawatuminu e dirigido por Akin Omotoso.

Fonte: Bantumen

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Morre na nigeria a primeira mulher piloto de Helicóptero

A Força Aérea nigeriana (NAF) anunciou hoje (15/04), a morte da primeira mulher piloto de helicóptero Late Arotile, devido a ferimentos causados ​​por um acidente de viação NAF Base Kaduna. "É com muita tristeza que a Força Aérea da Nigéria (NAF) anuncia com tristeza a morte infeliz do oficial voador Tolulope Arotile, que morreu em 14 de julho, como resultado de ferimentos na cabeça sofridos por um acidente de trânsito na NAF Base Kaduna.⁣ “Até sua morte, o oficial voador Arotile, que foi comissionado na NAF em setembro de 2017 como membro do Curso Regular 64 da Academia de Defesa da Nigéria, era a primeira mulher piloto de helicóptero de combate do Serviço. ” “Durante sua curta mas impactante permanência no Serviço, a falecida Arotile, que veio de Iffe na área do governo local de Ijumu, no estado de Kogi, contribuiu significativamente para os esforços para livrar os Estados da América do Norte de bandidos e outros elementos criminosos, realizando várias missões de combate

Rapper sul-africano, AKA se recupera do coronavírus após 13 dias

O rapper sul-africano Kiernan Jarryd Forbes ou simplesmente AKA, se recuperou da doença que assola o mundo depois de ter revelado ter a doença na semana passada. O rapper revelou seu resultado positivo através de um comunicado divulgado nas redes socias na semana passada, onde compartilhou o seu isolamento com todos, já que pretende ser transparente  Com isso, o rapper partilhou  hoje (15/07), no seu Twitter que se recuperou do vírus depois de 13 dias.

Covid-19: Jair Balsonaro volta a testar positivo

Bolsonaro voltou a testar positivo ao novo coronavírus, depois de oito dias do primeiro exame, Jair revelou não ter febre desde o dia 6, nem outros sintomas da Covid-19. Porém, o presidente realizou também análises sanguíneas e um exame ao coração que, de acordo com o próprio, apresentaram resultados normais. Segundo a Tv Miramar, desde que testou positivo à Covid-19, no passado dia 7 de junho, Bolsonaro está em isolamento no Palácio da Alvorada, a sua residência oficial. Na conferência de imprensa que realizou nesse mesmo dia, o presidente desvalorizou o diagnóstico.